Criei esse blog para servir de "diario" do meu doutorado. Colocarei aqui livros que estou lendo, sites, artigos, etc. O espaço esta aberto para discussoes, entao sinta-se livre para dar sua opiniao, sugestao de leitura, entre outras coisas.
segunda-feira, 24 de outubro de 2011
Tres comédias recentes e uma comedia/drama de 2009.

Comment tuer son boss? Poster


Achei o filme engraçado, principalmente pelas piadas pesadas sobre sexo e drogas (algo bem incomum em filmes com a publicidade que esse teve). As performances (provavelmente improvisadas) dos tres atores principais, sao bem engraçadas. Kevin Spacey, Colin Farrell, Jamie Foxx e Jennifer Aniston estao otimos também (e sao bem engraçados). A trilha sonora nao chama a atençao. Bom filme para passar o tempo. 





Mes meilleures amies Poster


As comédias americanas recentes estao ficando mais abusadas, e usando muito humor mais "tosco" e pesado (acho que é o efeito de The Hangover). Bridesmaids é meio que o equivalente de The Hangover, mas agora  para mulheres. O filme tem seus lampejos de criatividade, e tem algumas coisas engraçadas, mas no final das contas nao é la tao bom assim como a critica (internacional) tem dito. O que achei legal é que é um filme sem atores super conhecidos e sem atores/atrizes lindos/lindas. O "principe" da historia é o Chris O'Dowd (o Roy da série The It Crowd), algo bem diferente para os padroes americanos/hollywoodianos de "principes". A trilha sonora também passa batida. 




Paul Poster


Os efeitos especiais do filme sao muito bem feitos, o ET é muito engraçado, e bem "real". Muitas, e muitas referencias à filmes de alienigenas (nao vou entrega-las aqui, pois o filme perderia a graça). As piadas sobre religião sao bem engraçadas. As tiradas do alien, sao engraçadissimas também. Bom filme para passar o tempo, mas nao va esperando uma super comédia, ele é engraçado, mas aqueles finais felizes de filme de adolescente dos anos 90 estraga um pouco. Mas mesmo assim da para dar umas boas risadas. A trilha sonora, de novo, passa batida. 





I Love You Phillip Morris Poster


Otima surpresa, muito bom filme. Otimas atuações de Jim Carrey (ok, ele é sempre igual, mas aqui ele estava um pouquinho diferente) e de Ewan McGregor (ele rouba todas as cenas para ele, excelente). Mas o que mais me surpreendeu foi o otimo tratamento do sound design. Uma sequencia em especial. 

No meio do filme, Jim Carrey fala pelo telefone da prisao com Ewan McGregor. Mcgregor esta preso, e Jim Carrey finge ser seu advogado (logo apos ter escapado da cadeia). As falas de McGregor sao filtradas para dar a impressao que ele esta realmente no telefone (aquela "voz de telefone"). Nao importa onde esta a camera, de seu ponto de vista (do seu lado do telefone, onde a voz nao "deveria" ser filtrada, pois a camera esta ao seu lado, entao estamos escutando a voz que "sai da boca" de McGregor, e nao a que sai do telefone) ou do ponto de vista de Carrey (onde logicamente a voz seria filtrada, pois estamos ouvindo a voz que sai do telefone). A voz de McGregor é sempre filtrada, sempre é a voz do telefone. Enquanto a de Carrey ao contrario, nao importa o ponto de escuta, nunca é filtrada, e passeia tanto pelo lado de fora, tanto pelo lado de dentro da prisao. O que faz o "retrato sonoro" de seu personagem, que tem "passagem livre" por todos os lados (dentro e fora da cadeia). E também para McGregor que esta sempre preso, seja na cadeia, seja ao lado de Carrey, fora dela. 

A musica também, principalmente pela a escolha de cançoes pop, sao muito bem utilizadas. Eles refletem o "humor" do personagem no momento que nos as escutamos. E sao interrompidas, abruptamente, assim como os personagens o sao dentro do filme. Ela segue o estado de espirito do personagem ali no momento (por exemplo, quando Carrey celebra sozinho em seu escritorio, e é interrompido pelo seu chefe, a musica também se interrompe no momento em que o chefe entra na sala). 

Esses sao so dois exemplos, mas o filme é recheado de outros iguais a esses. Otimo trabalho de Paul Urmson. Seu trabalho é tao importante, que seu nome é o terceiro a aparecer nos creditos finais, com o destaque para sound designer (podemos contar nos dedos filmes onde os sound designers sao apresentados assim). 

Para quem se interessa em som no cinema, esse filme é um otimo exemplo, recente, de como uma construçao criativa do som pode ajudar, ou amplificar os sentidos das imagens e da historia.


Abraços

CH

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget

Search

Carregando...

About Me

Seguidores

Total de visualizações de página

Quem esta ai ?

Tecnologia do Blogger.