Criei esse blog para servir de "diario" do meu doutorado. Colocarei aqui livros que estou lendo, sites, artigos, etc. O espaço esta aberto para discussoes, entao sinta-se livre para dar sua opiniao, sugestao de leitura, entre outras coisas.
quinta-feira, 29 de dezembro de 2011


Ontem fui ao cinema ver o "fenomeno" frances: Intouchables. Fenomeno porque ele ja é o filme com melhor boxoffice do ano na França (ultrapassando todos os filmes hollywoodianos e outras superproduções americanas). E ainda, parte de sua arrecadação vai para associações que trabalham com a adaptação de casas para deficientes fisicos.

Ele é baseado na historia real de Philippe Pozzo Di Borgo, rico aristrocata que se torna paraplégico apos um acidente de paraglider, e Abdel Sellou, jovem africano (tabu na França) e recem saido da cadeia. Philippe o contrata como seu ajudante à domicilio. O filme, inspirado no documentario à la vie à la mort, 2002, (que conta a historia dos dois) reune esse grande cliché da união de dois mundos distintos que se tocam e influenciam um ao outro. Mas não de uma maneira piegas. Ele é verdadeiro em seus sentimentos, sem forçar a barra. Além de ser muito engraçado, e fazer varias piadas de humor negro com deficientes (outro tabu na França).

A trilha sonora é de Ludovico Einaudi com suas ambiencias ao piano, e repetições eternas. Otima trilha, que separa os dois mundos (da "corte" e do gueto) mas que ao passar por cima dessas barreiras (e por cima da edição, narração, etc) reune os dois personagens.

Otima atuações de Fraçois Cluzet e de Omar Sy.

Trailer:

Um especial da TV francesa contando a vida dos dois:





Bom filme, tomara que chegue no Brasil.

Abraços

CH

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget

About Me

Seguidores

Total de visualizações de página

Quem esta ai ?

Tecnologia do Blogger.